Do Inter de Lages para o Inter de Porto Alegre, saiba mais sobre a carreira de Jones Minosso.

 


(Jones no Inter-RS)

Veja gols históricos de Jones Minosso

Jones Roberto Minosso.

Jones era um centroavante que  começou a carreira na Inter de Lages, em 1978.
Estreou no empate sem gols, fora de casa, contra o Joaçaba.

Em 1980, Jones deixou Lages, foi vendido para o  Internacional de Porto Alegre.

Como foi a venda:
Armindo Araldi era diretor de futebol e convocou uma reunião com outros diretores da época (entre eles Antônio Ceron e Capitão Lindolfo) para tratar do valor da venda.
Na reunião, surgiram vários valores. 200… 300…  500 mil, mas Armindo Araldi disse que deveriam pedir um milhão. Se o presidente do Inter de Porto Alegre virá de avião particular para comprar o atleta, vamos pedir caro.

Se a gente pedir baixo, eles vão ver que nem nós estamos valorizando o Jones, Enfatizou o fundador do clube.
Seu Armindo Araldi foi voto vencido e o pedido foi de 500 mil,  moeda da época.

A reunião para tratar da venda foi marcada para o Hotel Lages.  José Asmuz, Presidente do Internacional, perguntou quanto o Inter queria pelo Jones e quando mal terminaram de falar a palavra “QUINHENTOS”, Asmuz disse: “Negócio fechado!”.
“Eu ainda vou emprestar dois atletas pra vocês e pago a  janta”.
Poderiam ter vendido por um valor maior…

Reserva no Inter, Jones começou a ter espaço a partir da metade da campanha no Brasileiro de 1980. No mesmo ano, o Inter deixou o Gauchão escapar mais uma vez.

Já em 1981, Jones permaneceu até a metade da temporada, deixando o Inter e indo para o Operário de Campo Grande. A partir daí, a carreira do atacante se tornou digna de um nômade, passando pelos quatro cantos do país.

Passou por Sport, XV de Jaú, Colorado-PR, Santo André, São Bento, Rio Branco-ES, Ferroviária-SP, Ceará, mais uma vez pelo Inter de Lages, Figueirense e Operário-PR. No exterior, defendeu a Acadêmica de Coimbra, de Portugal, na temporada 1989/1990.

(Jones volta ao Inter para ser Campeão da 2ª Divisão)

Em 1990, Jones voltou ao Inter e comandou ao lado de Zé Melo, o time que foi campeão da segunda divisão. No último jogo, contra o já eliminado Imbituba, Jones fez de pênalti, um dos gols da vitória e do título do Inter.

Pendurou as chuteiras em 1993, se arriscando como técnico até 95, quando abandonou de vez o futebol.

Em 99, pescava com alguns amigos em uma represa no município de Campo Belo do Sul, em Santa Catarina, quando a canoa que o transportava virou e seu pé ficou preso na rede de pesca. Jones faleceu por volta das 16h30min do dia 15 de novembro.

Jones Minosso hoje mora no céu, mas sem nome está imortalizado no Ginásio de Esportes que leva seu nome em uma homenagem justíssima.


(Ginásio de Esportes Jones Minosso, Lages-SC)

Parte do texto foi extraído do site http://oscoloradosanonimos.blogspot.com.br/2015/01/

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here